Buscar
  • Clínica Rio de Janeiro

VOLTA ÁS AULAS



1) Coloque a saúde em dia

Agende uma consulta com o Pediatra

É muito importante visitas periódicas ao pediatra para pesar, medir, examinar e quando necessário, solicitar exames de rotina. A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que dos 3 aos 5 anos as crianças realizem pelo menos uma consulta semestral e a partir dos 6 anos uma consulta anual com o pediatra, podendo esse tempo ser menor dependendo de cada criança.

Agende uma consulta com o Dentista

Além da visita ao pediatra, é preciso cuidar também dos dentes consultando o dentista. É recomendado que o intervalo das consultas a partir dos 3 anos seja de aproximadamente 6 meses, não ultrapassando 1 ano. Aproveite esse momento para conversar sobre higiene e aprender como se realiza uma escovação correta.

Agende uma consulta com o Oftalmologista

Importantíssimo esse item. Pesquisas apontaram que cerca de 85% do aprendizado infantil se faz por meio de interações visuais, mas apenas uma pequena parcela das crianças realizam algum tipo de avaliação oftalmológica em idade escolar. É recomendado que seja realizada uma avaliação no primeiro ano de vida, depois aos 3 e 5 anos e depois essa avaliação passa a ser anual ou a cada 2 anos, justificado pelo fato que ocorrem mudanças durante o crescimento das crianças e por vezes as crianças não percebem que algo está errado com a visão, prejudicando no aprendizado e no dia a dia. Para aqueles que já usam óculos, aproveitem esse período para passar por nova avaliação para conferir se o grau mantém o mesmo, se as lentes estão riscadas ou as armações tortas.

Coloque a vacinação em dia

Aproveite a época para revisar a caderneta de vacinação para ver se não tem nenhuma vacina atrasada ou próxima. As vacinas são essenciais para proteger as crianças de diversas doenças.

Faça uma avaliação da audição

Caso sua criança fale muito alto, aumenta muito o volume da TV, as vezes tem dificuldade de entender o que as pessoas falam e apresente dificuldade no desempenho escolar, isso pode indicar algum problema na audição, prejudicando o aprendizado escolar. Converse com o pediatra para saber se é indicado a realização de um exame para avaliar a audição.

2) Fique de olho no peso da mochila

O peso da mochila não deve ultrapassar 10% do peso da criança, caso não tenha como reduzir, é recomendado o uso de mochilas com rodinhas.As mochilas com rodinhas devem respeitar também o limite de peso, a altura da criança, manter sempre o braço esticado e alternar os lados na hora de carregar. Para verificar se a criança está puxando a mala corretamente é só observar se suas costas estão eretas.Tenha um caderno para todas as matérias ou cadernos finos para evitar sobrecarga de material.Escolha mochilas com divisórias na parte interior, colocando sempre os livros ou cadernos mais pesados na parte de trás, rente às costas e distribuindo o peso na mochila, utilizando todos os compartimentos. O elemento mais pesado deve sempre ficar mais próximo ao corpo.Evite as mochilas de uma alça só, elas não são recomendadas pois o peso fica concentrado em apenas um lado. Para as mochilas de duas alças escolha a que tiver a alça com espuma e de preferência com o cinto para amarrar na cintura, elas aliviam e distribuem melhor o peso.O ajuste da mochila nas costas deve ser feito acima da linha da cintura, fazendo contato com as costas, nunca abaixo ou muito para cima.Ajude as crianças a organizarem o material escolar e levar apenas o necessário para cada dia.

3) Reavalie a alimentação das crianças

Aproveite a oportunidade para reavaliar se a alimentação das crianças e da família está saudável. Evite alimentos industrializados nas lancheiras, dando sempre preferência para frutas e produtos saudáveis e naturais.

4) Reorganize a rotina e coloque o sono em dia

Durante as férias o relógio biológico fica todo bagunçado e voltar à rotina pode não ser muito fácil. A dica é começar a ajustar a rotina pelo menos alguns dias antes das aulas iniciarem, colocando as crianças para dormirem cada dia mais cedo e respeitando os horários de acordar e das refeições. As crianças de 3 a 5 anos devem dormir pelo menos 10 a 13 horas e as de 6 a 13 anos pelo menos de 9 a 11 horas.

5) Dê apoio emocional para seu filho

Para muitas crianças voltar às aulas é um momento de grande ansiedade e estresse. Converse bastante com elas, participe da escolha do material escolar, pontue as coisas positivas que a escola trará e esteja sempre perto para apoiar e incentivar.

0 visualização

Clientes atendidos:

© 2018 por Clínica Rio de Janeiro. Orgulhosamente criado por agws.com.br

Parceiros:

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social