Buscar
  • Clínica Rio de Janeiro

Importância da vacina BCG



Por prevenir a tuberculose, doença altamente contagiosa, a BCG deve ser tomada em uma dose única pelo recém-nascido entre o 4º e o 10º dia de vida. Aplicada preferencialmente no braço direito, a vacina causa uma cicatriz permanente. Em regiões com muitos casos da doença, recomenda-se vacinar novamente as crianças entre os 6 e 7 anos.


A cicatriz da vacina BCG

Após a vacina, o bebê pode apresentar uma mancha arroxeada no local da injeção e logo aparece uma elevação sólida na pele. Um mês após a aplicação da BCG, esse inchaço regride e origina uma ferida, que pode apresentar secreção ou não. Ela pode durar algumas semanas.

A família deve manter a região limpa (lavar com água e sabão neutro) e seca e buscar atendimento médico caso a lesão fique muito grande ou com pus. O pediatra vai observar a evolução da marquinha no braço e pode indicar uma nova dose da vacina se perceber que a criança não foi devidamente imunizada.

Atenção: NUNCA esprema a lesão.

Tem contraindicação?

A vacina BCG não é indicada para bebês que tenham sorologia positiva para HIV, com sintomas. Bebês com peso inferior a 2 kg também podem adiar a vacina. A hipersensibilidade a algum dos componentes da vacina também contraindica a dose.

0 visualização

Clientes atendidos:

© 2018 por Clínica Rio de Janeiro. Orgulhosamente criado por agws.com.br

Parceiros:

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social